Abra se cansou de ler notícias apenas sobre um pedaço do Brasil

Ciência, questões ambientais, luta por direitos e futebol. Nosso balaio entrega diversidade expandir o olhar sobre o Nordeste

Oiê, como vão as coisas? 

Senta aqui debaixo da sombra da nossa Cajueira um minutinho. Sem tirar os olhos da realidade - porque nosso foco é  jornalismo - a gente quer ser um respiro de informação de qualidade e, sempre que possível, de boas notícias pra você. 

Se tu acompanhas a gente desde a primeira edição, sabes que nosso balaio quinzenal entrega diversidade para servir quem cansou de ler notícias apenas sobre uma parte do Brasil. Se estás chegando agora, seja bem-vinde e obrigada por deixar a gente entrar na tua caixa de e-mail! Essa curadoria gratuita vai te ajudar a expandir o olhar sobre o jornalismo independente feito no Nordeste e sobre as realidades da região.

E nossa colheita é colaborativa. Dá pra sugerir conteúdos, temas e iniciativas neste formulário. Aproveita pra contar mais sobre você, assim vamos melhorando nossas recomendações. Pra ver a gente regozijada, vigorando por aí, compartilha as edições pela terra e semeia pelo nosso PIX cajueira.ne@gmail.com 🌱

Antes dos links colhidos, algumas instruções de uso para uma melhor experiência. Recomendamos fortemente que você ouça um som gostoso durante a leitura. Passe um cafezinho também pra acompanhar. Sente-se confortavelmente. Respire e sirva-se!

Cactos 

Cactos fazem você lembrar de Juliette (#bbb) ou de seca? Agora eles vão te fazer pensar em ciência. Uma tecnologia desenvolvida a partir de bactérias encontradas no mandacaru, cacto típico da Caatinga, está sendo usada para ajudar outras espécies, como o milho, a tolerarem a estiagem. Segundo a agência Eco Nordeste, o Auras é o primeiro produto comercial destinado a mitigar efeitos do estresse hídrico nas plantas.

Aliás, chega de pensar na Caatinga como símbolo de escassez, né não?! Esse bioma 100% brasileiro se estende pelos nove estados nordestinos, com um rico patrimônio biológico que não é encontrado em nenhum outro lugar do mundo. 

A biodiversidade da Caatinga precisa ser celebrada e também preservada. A boa notícia, dada pelo Info São Francisco, é que no Dia Nacional da Caatinga, 28 de abril, foi criada uma plataforma do MapBiomas para monitoramento do desmatamento das áreas secas. Até então, a única base de dados era produzida pelo GFW – Global Forest Watch, que operava calibrado para monitorar florestas tropicais úmidas. 

Mainha!

Deu um cheiro na tua mainha no domingo? Muitos projetos que acompanhamos estão aproveitando o mês para fazer reflexões interessantes sobre a maternidade no Brasil. Indicamos o relato arrebatador de Amanda Palha — travesti, bissexual e militante —sobre sua experiência como mãe.

O nascimento de Linda não cicatriza as feridas que me trouxeram até aqui, nem as de Apollo; não me blinda das violências que a sociedade reserva para corpos como o nosso e certamente não arrefece meu desejo e meus esforços de revolução”, diz Amanda em um trecho. O texto completo está na Marco Zero Conteúdo.

Mainhaaaaa!!!!

Existe síndrome de impostora na maternidade? A gente descobriu que sim ouvindo esse episódio do podcast pernambucano Chá com a Impostora. O papo é massa e, lá pelo meio do programa, tem um relato da jornalista Catarina de Angola dando a real sobre como foi ser mãe no meio da pandemia. 


Castanhas 

Quando você chega com o caju, a gente já tá com as castanhas - conteúdos rapidinhos e extra crocantes pra você saborear no meio da conversa

🎙️ Produtores de conteúdo estão articulando uma rede de podcasters nordestinos. ' A ideia é difundir os programas e fortalecer a comunidade regional podcaster. Quem tiver interesse pode preencher o formulário.

💃 O 1º prêmio Mulher de Destaque Eufemea vai premiar mulheres de todo Nordeste em sete categorias: gastronomia, moda e beleza, ação social, empreendedorismo e/ou marketing, saúde, tecnologia e meio artístico. Vale ficar de olho e votar na nordestina que mais te inspira

🤓 Gosta de quadrinhos? A nova edição da revista Plaf discute quadrinhos na América Latina. A Plaf é uma iniciativa da Revista O Grito!, um portal independente de cultura do Recife (PE). Mas dá pra comprar a revista em outros estados.

✍️ Estão abertas as inscrições para a 2ª edição do Programa de Jornalismo de Dados de Segurança Pública e Direitos Humanos do Instituto Sou da Paz. O programa é voltado para jornalistas,  comunicadoras e comunicadores que atuam nas periferias dos estados do Nordeste.

😱  Comadre Fulôzinha, loira do banheiro, butijas. Lendas da cultura nordestina invadiram o paraibano Digaí Podcast. O episódio tá assustador e igualmente hilário. Fez a gente lembrar dos casos sobrenaturais do livro “Assombrações do Recife Velho”, escrito pelo pernambucano Gilberto Freyre, que tem muitas histórias cabulosas. Dá o play, mas tenha nervo!


Luta por direitos

Voltando ao calendário, maio também é um mês para lembrar as lutas e conquistas dos trabalhadores e trabalhadoras do Brasil. Em entrevista para a baiana Revista Afirmativa, Milca Martins, diretora da Federação Nacional das Trabalhadoras Domésticas, cobra a valorização da categoria. Ela também conta como os abusos e a exploração do trabalho vividos por anos fizeram dela uma defensora dos direitos das empregadas domésticas. 

É preciso se inspirar na resistência de mulheres como Milca. Afinal, o combo reforma trabalhista+ataques a direitos+pandemia precarizou ainda mais as relações de trabalho no país. A pernambucana Agência Retruco mostrou que as denúncias de condições análogas à escravidão  estão crescendo no estado. Já a alagoana Mídia Caeté ouviu sindicatos e movimentos sociais sobre o cenário atual e possíveis saídas para a classe trabalhadora. 

Chuva de agrotóxico

Quando a gente acha que já viu de tudo no Brasil, a realidade nos surpreende. Uma chuva de veneno atingiu a comunidade de Araçá, no município maranhense de Buriti. O produto intoxicou moradores, inclusive crianças, que apresentaram queimaduras no corpo. Alguns relataram náuseas e febre. 

A Agência Tambor, do Maranhão, repercutiu a notícia localmente entrevistando o padre Francisco das Chagas, ligado às pastorais sociais da igreja Católica e coordenador do programa de assessoria rural da diocese de Brejo, outro município do estado. 

A agência  também produz um podcast chamado Tambor Cast. Eles dedicaram um episódio para falar dos impactos da não realização do censo no Brasil com Yuri Costa, presidente do Conselho Nacional de Direitos Humanos e professor da UEMA (Universidade Estadual do Maranhão), e Luiz Eduardo Neves, geógrafo e professor da UFMA (Universidade Federal do Maranhão). Se você tem interesse no tema, vale ouvir. 

Nordestão

Agora bora dar uma aliviada. Visse a final emocionante da Copa do Nordeste? No último domingo (8), o Bahia derrotou o Ceará nos pênaltis. A virada que consagrou o time tetracampeão do Nordestão é meio que uma marca do Bahia, um time de grandes reviravoltas, explica o NE45.

Outra curiosidade sobre o Nordestão. Embora o Bahia tenha vencido a disputa este ano, os clubes que mais levaram gente  aos estádios, antes da pandemia, foram Ceará e Fortaleza. A constatação é do pesquisador cearense João Ricardo de Oliveira, um dos maiores especialistas em estatísticas de público de futebol no país. Ele usou dados de 2013 a 2019 para construir um ranking inédito dos campeões de público entre os 39 clubes, publicado pelo blog Verminosos por Futebol. 

É isso! Foi rapidinho feito caldo de cana. Tu também fica com saudade da gente quando acaba aqui?  De hoje a 15 voltamos. Até já ;)

Gostasse dessa edição? Espalha por aí 😉

Share

Recebeu esse material de alguém? Assine nossa curadoria quinzenal de conteúdos do jornalismo independente nos estados do Nordeste.

Confira nossas edições anteriores.

Siga a gente no Twitter e no Instagram.