😀 Já és nossa(o) amis no Insta?

Estamos investindo num feed bonito por lá, buscando seguidoces e apoiadores. Para hoje, uma curadoria recheada de feminismo, entrevistas emocionantes e podcasts

Oiê! Tudo bem contigo [na medida do possível pra quem tá no Brasil]? 

Se você está chegando por aqui agora, nossas boas-vindas!  Nossa curadoria de conteúdos da mídia independente nos estados do Nordeste vai te proporcionar novos olhares sobre a região. Brotamos nos e-mails quinzenalmente, por isso, fica de olho pra não perder nada e não deixar a gente cair no spam.

Não sei se tu já segue a gente nas redes sociais, mas deveria, porque nosso Instagram está bem lindo, estamos investindo nele com o apoio de 21 financiadores recorrentes maravidoces da Cajueira 💜 Mas confessamos que estamos tirando dinheiro do nosso bolso também, porque até agora atingimos apenas 15% da nossa meta de arrecadação mensal para continuar crescendo com esta curadoria pelo Nordeste e expandindo nossos alcances.

Então já começamos essa edição #22 assim, escancarando as porteiras e pedindo o teu apoio na campanha Plantio. Se tu gostas deste projeto e quer ver a pauta nacional sair do eixo sudestino, quer conhecer e fortalecer o jornalismo independente dos estados nordestinos, deixa de leseira e investe na gente! 

Dito isso, simbora pras indicações da quinzena. Para variar, tá bom que só! A galera não brinca em serviço -  nossa tarefa é partilhar a palavra dos estados do Nordeste para te guiar em novas descobertas.

Sirva-se!

Vaza com teu preconceito

Minha gente, o país Recife é mesmo a vanguarda brasileira (cringe isso, né?). Mas é que a capital pernambucana é a primeira do país a ter leis antigordofobia e o Alma Preta em Pernambuco explicou tudinho nesta matéria. Mas pra tu saber, foi sancionado o projeto de lei de autoria da vereadora Cida Pedrosa (PCdoB), que contou com a contribuição do ‘Mundo Plus em Movimento’ e coletivos como ‘Bonita de Corpo’ e ‘Gorda Sim’ (todos recifenses), pra combater o preconceito e assegurar a inclusão e proteção da pessoa gorda. 

Castanhas

Descriminalização do Aborto - O último dia 28 foi o Dia Latino-Americano e Caribenho de Luta pela Descriminalização do Aborto. E nós, como jornalistas feministas que somos, defendemos os direitos e as vidas das mulheres. No Brasil, até o aborto que já é legal – em casos de violência sexual, anencefalia do feto e quando há risco para a vida da mulher – vem sofrendo ofensivas e dificuldades de ser cumprido. Apesar de o direito estar previsto em lei desde 1940, a interrupção da gestação nesses casos só começou a ser de fato garantida por meio da articulação de mulheres engajadas na causa. 

Jornalistas nordestinas da revista independente AzMina traçaram o perfil de duas mulheres que lutam pelo aborto seguro há décadas: Maria José, médica baiana à frente do primeiro serviço de aborto legal no Brasil, e Paula Viana (do pernambucano @grupocurumim), enfermeira que atuou em casos de repercussão. Sem elas, o números de mortes por aborto no Brasil seriam bem maiores.

Tipos de ‘boys’ - E tu já ouvisse falar em "boy CLT" e "boy IML"? A brincadeira partiu do Twitter, depois que as mulheres começaram a dar apelidos mais específicos para os homens já conhecidos como "boy lixo". O Eufemea reuniu as melhores sacadas em um texto super divertido 🤣


Entrevistas

Seguindo aqui botando holofotes nos pensamentos de mulheres cis, trans, de todas as raças e etnias, a Revista Afirmativa publicou uma entrevista emocionante com a jovem indígena baiana Itocovoty Pataxó. Ela estava entre os seis mil indígenas que saíram do seu território para protestar em Brasília contra o Marco Temporal. Filha dos povos Pataxó HãHã-Hãe e Terena, Itocovoty contou sobre o que aconteceu nos dias em que esteve no acampamento Luta Pela Vida.

O Bemdito também entrevistou com exclusividade a delegada Ana Paula Barroso, que foi vítima de racismo na loja Zara, em um shopping de Fortaleza. A delegada conta que o gerente a proibiu de entrar no local alegando questão de segurança. "Foi como se aquele lugar não me pertencesse, como se eu não pudesse estar ali. Fiquei emocionalmente abalada”, resume.

Tem mais entrevista pipoco! Com fama mundial em ascensão, a maranhense Pabllo Vittar é um dos destaques do disco de remixes da cantora norte-americana Lady Gaga. E também é destaque no site da Revista O Grito! Em uma entrevista exclusiva, a artista comenta sobre a parceria com Lady Gaga, seu mais recente álbum, sobre a pandemia e muito mais. Tá boa essa conversa, viu?

#JustiçaPorMiguel

No dia 15 de novembro, aconteceu a última audiência do caso Miguel, a criança de 5 anos que morreu após cair de um prédio de luxo em Recife, em junho de 2020. Ele estava aos cuidados da patroa Sarí Corte Real, que é acusada de abandono de incapaz por ter deixado o menino subir sozinho no elevador. Uma das testemunhas de defesa dela é a psicóloga Carol Costa Júnior, que trabalhava na mesma clínica que Miguel frequentava, embora nunca o tenha atendido. O site Negrê analisou o que significa o testemunho dela para a defesa de Sarí. 

100 anos de Paulo Freire

Claro que a gente não ia deixar passar batido eo centenário desse homem do Nordeste que revolucionou a educação. Em um artigo do professor universitário Luiz Eduardo Neves, publicado no site O Buliçoso no dia em que foi comemorado o aniversário de 100 anos do pernambucano Paulo Freire, discute o ódio contra o patrono da educação brasileira como "estratégia discursiva da política dominante". 

O Programa Contrafluxo agora tem um podcast e a estreia não poderia ser melhor: Paulo Freire. O primeiro episódio foi sobre o pensamento freiriano e a sua potência política. É mais um pra ouvir enquanto lava a louça.

Para descobrir ouvindo

O podcast Prova dos Nove está de volta e já chegou fazendo perguntas difíceis sobre o futuro das carreiras profissionais. "E você o que quer ser quando crescer?" A resposta pode estar na série de episódios que vai discutir as profissões, o mercado de trabalho e as mudanças que eles vêm sofrendo. 


Castanhas

Mais podcasts nordestinos - Pera que não acabaram as dicas pra tu se tornar ouvinte de podcast de vez, se ainda não és. O podcast Vida de Jornalista, deRodrigo Alves conquistou os nossos corações com uma série de sete episódios sobre os bastidores de podcasts produzidos no Norte e no Nordeste. Tem o Afluente, do Amazonas; o Malamanhadas, do Piauí; o Deixe de Pantim, de Pernambuco; o Negrê, o Hebreu e as Cunhãs, todos do Ceará, e o paraense Um Rio Que Mudou de Cor. A série marca o início da terceira temporada do Vida.

Muito conteúdo bom pra tu degustar, né não?  

Um cheiro e até a próxima!

Aos nossos apoiadores, um abraço apertado e um cheiro especial:

Luizy Silva, Lilian Alves, Jéssika Lima Santos, Tomás Shoji Miyashiro, Luiz Denis Graça Soares, Sérgio Spagnuolo, Vilma Santos, Juliana Moisés Dias Gomes, Jorge Wakabara, Cristiano Ferraz, Luis Felipe Cruz Santos, Livia Lima da Silva, Paulo Veras, Marcílio José de Sousa Costa, Karl Vandesman de Matos Sousa, Carlos Eduardo Falcão Luna, Alice Cristiny Ferreira de Souza, Maia Gonçalves Fortes. Muito obrigada!

Gostasse dessa edição? Espalha por aí ðŸ˜‰

Share

Recebeu esse material de alguém? Assine nossa curadoria quinzenal de conteúdos do jornalismo independente nos estados do Nordeste.

Confira nossas edições anteriores.

Siga a gente no Twitter e no Instagram.